Seu Navegador não tem suporte a esse JavaScript!
 


CÂMARA MUNICIPAL DE BANDEIRANTES DEVOLVE MAIS DE UM MILHÃO DE REAIS AO PODER EXECUTIVO

A Câmara Municipal de Bandeirantes - PR, através de sua Mesa Diretiva, composta pelo Presidente Daniel Gustavo Silva (Babão), Vice-Presidente Manoel Affonso Pirolla Vieira, 1º Secretário Raphael Ciryaco Gomes Chaves e pelo 2º Secretário Jaelson Ramalho Matta formalizará no dia 20 de dezembro de 2019 a devolução do valor de R$ 1.084.441,59 (um milhão e oitenta e quatro mil e quatrocentos e quarenta e um reais e cinquenta e nove centavos) do orçamento do Poder Legislativo para os cofres do Poder Executivo. O recurso ajudará a resolver diversas situações no Município.

O dinheiro economizado e restituído aos cofres municipais representa 36,6% do orçamento destinado à Câmara Municipal em 2019. Contribuiu para o saldo positivo a colaboração de todos os vereadores (Antônio Carlos Demício, Carlos Roberto Ferreira Basto, Jaelson Ramalho Matta, José Fernandes da Silva, Luiz César Teodoro Ribeiro, Luiz Gustavo Onofre, Manoel Affonso Pirolla Vieira, Mônica Aparecida Tavares Moskado, Raphael Cyríaco Gomes Chaves, Sônia Regina Zambone, Tatiane Pereira Sabaini Azevedo e José Carlos Martins e Daniel Gustavo Silva) e servidores do Poder Legislativo Municipal, no objetivo comum de realizar trabalho sério e ético, pautado pelos princípios constitucionais da legalidade e eficiência, resultando em redução nas compras e licitações realizadas ao longo do exercício financeiro de 2019 além de outras medidas de contenção de despesas que, somadas, representam economia significativa para o Município.

Segundo o Presidente da Câmara, Vereador Daniel Gustavo Silva (Babão), a "restituição desse valor significativo é fruto de um trabalho conjunto dos vereadores, com o auxílio da Mesa Diretora e de todos os funcionários do Legislativo. É motivo de muito orgulho e felicidade a devolução desta quantia ao Erário Municipal, fruto de muita economia em diferentes seguimentos, mas sem deixar de oferecer as condições necessárias aos nobres edis para o desempenho das atividades de seu mandato".

Referido valor é superior à devolução realizada no exercício de 2018, quando atingiu o montante de R$ 929.375,46 (novecentos e vinte e nove mil e trezentos e setenta e cinco reais e quarenta e seis centavos), o que se justifica, além das razões já destacadas, pelo repasse estabelecido na Lei Orçamentária para este ano ter sido um pouco maior.

 

Data: 19-12-2019 16:14:26